“Um método analógico de registrar o passado, organizar o presente e planejar o futuro”.

É assim que Ryder Carrol define o Bullet Journal, a metodologia inventada por ele para organizar seu cotidiano e aumentar a produtividade. 

Esse método ajuda você a abolir o uso intenso de posts-its e inúmeros cadernos para separar a organização de muitas coisas que compõem a sua rotina diária de organização. É um método baseado em listas, que permite que você misture seus afazeres pessoais e profissionais de forma desenrolada. Os seus princípios de uso fazem com que você revise constantemente seu planejamento de forma rápida e objetiva, de modo a não perder nenhuma ideia ou oportunidade.

Recentemente, o Ryder fez uma campanha no Kickstarter, onde ele arrecadou cerca de US$80.000 para tornar o site do Bullet Journal um grande portal, para que as pessoas possam compartilhar ideias, experiências, e outros métodos de organização.

16-bullet-journal-exemplos


Como fazer um Bullet Journal

Funciona assim: a primeira página do seu caderno será o índice, que você preencherá conforme for usando seu journal – por enquanto, escreva só “índice”. Vire para a primeira página dupla, que será seu calendário mensal, e escreva o mês e ano no topo de ambas. A folha da esquerda será o calendário de fato onde você listará todas as datas do mês, seguidas pela primeira letra do dia da semana (“1S, 2T, 3Q, por exemplo). A folha da direita será sua lista de afazeres: coloque tudo que você precisa fazer durante o mês, e desenhe um quadradinho (checkbox) antes de cada tarefa nova. Quando cada tarefa for concluída, você pinta o quadradinho.

Agora volte para o índice e coloque o mês com o número da página onde você colocou esse calendário. Com o tempo, isso vai te ajudar a localizar informações de um jeito muito mais rápido. Feito isso, vá para a próxima página em branco depois de seu calendário mensal.

Essa será o seu Calendário Diário onde você coloca tudo relacionado sobre o seu dia:

  • Tarefas: referentes a tarefas do dia.
  • Notas: são referentes a ideias, pensamentos, observações do dia. Iniciados por um pontinho.
  • Eventos: são referentes a compromissos do dia, devem ser iniciados com um circulo vazio, pintando-os depois de concluídos.

E assim que acabar o mês, inicia-se tudo de novo. Lembrando que as tarefas que não foram concluídas durante o mês são inseridas no mês que se inicia.

Também, pode existir uma página Grupos de tarefas ou Acervos, onde você agrupa tarefas com tema em comum. Por exemplo: Livros para ler, filmes para assistir.

O bullet journal recebe esse nome graças aos “bullets” que você utiliza pra se organizar: quadradinhos são tarefas (que você vai “ticando” conforme for completando), círculos são eventos e bolinhas são anotações. Caso algum evento/compromisso/anotação não seja mais relevante, é só riscá-lo da agenda. Se você precisa dar prioridade para alguma bullet, coloque uma estrelinha antes dela para chamar a sua atenção.

O que você usa para se organizar?