Final de ano é sempre um momento muito especial, a gente recebe um impulso de renovação, e eu quis aproveitar esse momento para fazer uma comemoração junto com você para o início de um novo ano e/ou um novo ciclo.

É tempo de começar a construir aquilo que a gente que viver, a colocar em ação os nossos sonhos, o que a gente precisa fazer, e gerar energia para manifestar um ano incrível. Para isso, quero deixar uma proposta de 21 dias de exercícios com reflexões e práticas elaborada para te ajudar com isso.

Esse artigo é para todas as pessoas que estão dispostas a entrar num movimento interno de renovação, olhando ao redor para abrir espaço dentro e fora de si mesmo para o novo, desapegando-se daquilo que não serve mais e do que não somos mais.

Essa série de 21 experiências é um projeto do Soul Club, que terá 3 etapas de 7 dias cada:

(1) Destralhe – Essa é uma etapa de detox, destralhe e desapego, em que começamos a abrir espaço para manifestar o melhor ano das nossas vidas, ou seja, para que você se permita uma transformação para o ano novo.

(2) Alinhamento – Se a gente realmente deseja viver um ano incrível, precisamos ter clareza do que desejamos viver. Nesse período, você verá o que está o que não está alinhado com o que deseja para si. Qual é a vida que você deseja viver e onde pode encontrar essas respostas? É preciso encontrar aquilo que traz o alinhamento interno e externo, daquilo que eu sou com aquilo que eu faço e o que expresso no mundo.

(3) Manifestação – Etapa de prática simples para começar a viver e construir agora o ano novo.

Antes de começar, é importante que você saiba que todo esse processo de transformação não pode acontecer sem que você coloque os exercícios em prática e tenha comprometimento com si mesmo. O objetivo dessa sequência de etapas é preparar você para viver um ciclo diferente, renovado, com mais energia, alinhamento, leveza, paz de espírito.

Eu acredito muito que essa avaliação consciente, planejada e estruturada vai te ajudar a criar uma nova realidade e colocar na sua vida aquelas mudanças que você está buscando há muito tempo e até hoje não conseguiu. Essa sequência também pode ser aplicada em momentos de fins e recomeços em qualquer área da sua vida, não se limitando apenas a um novo ano.

Cada experiência diária começa com uma frase que funciona como uma chave para novos caminhos de trabalho interno e autodesenvolvimento que abrirão novas possibilidades para a sua vida. Essas frases funcionam como lembretes desse processo.

Se preferir, ouça os 21 episódios aqui:

Etapa de Destralhe

Dia 1 para mudar de vida: “Eu CRIO a minha realidade”

Tudo aquilo que você está vivendo hoje é o resultado do que você tem pensado, falado e sentido. Passamos anos construindo a realidade que vivemos hoje.

Se você deseja mudar a realidade atual, precisa mudar suas atitudes nesse momento para que consiga manifestar essa realidade diferente no próximo ano. Tudo começa e termina na gente – e é aí que entra a autorresponsabilidade, que é o elemento mais básico e mais importante para que você crie o melhor ano/momento da sua vida.

Essa autorresponsabilidade é mantida por meio de seis leis:

  1. Não criticar o outro;
  2. Não reclamar das circunstâncias;
  3. Não buscar culpados;
  4. Não se fazer de vítima;
  5. Não justificar os seus erros;
  6. Não julgar as pessoas.

Pratique essas leis e perceba as mudanças.

 

Dia 2 para mudar de vida: “Eu escolho NUTRIR corpo e mente”

O que pensamos, sentimos e dizemos é resultado de como estamos nos nutrindo, de como nos cuidamos. Será que você realmente se nutre com aquilo que consome e permite que te influencie?

6 perguntas que você pode se fazer para saber como anda a nutrição do seu corpo e da sua alma:

  1. O que estou ingerindo, como estou me alimentando?
  2. Como eu estou me hidratando?
  3. Como estou nutrindo a minha mente? A que estou dando ouvidos: às oportunidades ou aos problemas?
  4. A que estou assistindo?
  5. O que estou lendo?
  6. Como estou trazendo alegria para a minha vida?

Lembrando que nutrição aqui vai além dos alimentos para o corpo; trata-se da maneira como você cuida de si mesma e de como se honra. Nesse dia, então, o convite é de deixar de lado tudo que não te nutre e nem traz alegria.

 

Dia 3 para mudar de vida: “Eu sei quando DIZER NÃO!”

Esse dia é especial para todos aqueles que sentem que não têm tempo suficiente e gostariam de fazer mais coisas apesar de não conseguirem colocá-las no dia a dia. Na verdade, o motivo pelo qual não conseguem é simples: essas pessoas já estão sobrecarregadas e suas rotinas não são mais sustentáveis.

Todos nós temos as mesma 24 horas, mas as pessoas que fazem mais não vivem sobrecarregadas… Elas sabem que sempre haverá tarefas e que a lista nunca termina. As pessoas sobrecarregadas, sem perceber, estão apegadas às tarefas e tentando zerar uma lista que nunca ficará zerada. Por isso, é preciso desapegar disso e abrir espaço na vida para coisas novas.

E como começar? Dizendo não! Não só para o outro, mas para si mesmo e para tudo o que não está te conduzindo na direção da vida que você deseja criar. Quais são esse nãos que você precisa se dar? Quais distrações (como TV, mídias sociais, aplicativos), procrastinações, hábitos negativos você está permitindo que roube o seu tempo?

Eu te desafio a desativar as notificações do seu celular e a excluir seus apps de mensagem, se estiver realmente disposta a conseguir mais tempo na sua rotina diária. Quer saber como está sua produtividade? Clique aqui e faça o teste gratuitamente!

 

Dia 4 para mudar de vida: “Eu ACEITO a PROSPERIDADE!”

A minha vida mudou completamente quando eu descobri que precisava olhar para a questão financeira, mesmo que eu não tenha nunca passado por alguma dificuldade nessa área. Nessa investigação, eu descobri que a prosperidade financeira não está diretamente relacionada com a economia de um país ou com as condições que você teve na infância.

O que realmente influencia a sua prosperidade é a forma como você pensa! Exatamente como foi dito no dia 1. Meu convite é que você se abra para uma nova maneira de pensar. Você se sente merecedor(a) de abundância e prosperidade? Você se dá o valor que realmente tem?

Procure se lembrar das coisas que você ouvia desde criança sobre o dinheiro – por exemplo: dinheiro não nasce em árvore. Lembre-se também do que você via – o que acontecia quando sua família falava sobre dinheiro? O que elas faziam para ganhar dinheiro? Será que isso te influencia hoje? A partir dessa investigação, é possível tomar consciência (e esse é apenas o primeiro passo) para começar a desbloquear e reprogramar essas crenças para criar uma realidade diferente.

A experiência inicial que sugiro é olhar sua bolsa e sua carteira: em que estado elas se encontram? A forma como você cuida delas (que é onde você deposita o seu dinheiro) demonstra como está lidando com seu dinheiro, se você está aceitando ou recusando a prosperidade financeira. Faça o destralhe delas – limpe, cuide, troque se for necessário, organize-as. Mostre para o Universo que você aceita a prosperidade disponível.

 

Dia 5 para mudar de vida: “Eu sou SUFICIENTE!”

Se você realmente deseja manifestar uma realidade incrível, algo importante a ser feito é parar de comparar os seus bastidores com o palco das pessoas ao seu redor e que te influenciam de alguma forma. Quando nos comparamos com quem nos inspira, simplesmente nos menosprezamos, mas desconhecemos o caminho que o outro chegar onde está.

Apesar disso, o fato é que nós já somos suficientes, apenas precisamos nos conhecer por inteiro através de processos de autoconhecimento. Minha sugestão é que você pare de se comparar e perceba que já suficiente – mesmo no passado, quando tomou alguma decisão de que você se arrependeu, você fez o melhor que podia com o que pensava e sentia. Por isso, acolha-se e sinta que você é tudo o que precisa e pode ser agora, nem superior e nem inferior a ninguém.

A experiência desse dia é que você deixe de seguir as pessoas que te façam se sentir mal, que te levem a achar que sua vida está ruim.

 

Dia 6 para mudar de vida: “Eu sou MERECEDOR(A)!”

As pessoas em geral têm se acostumado a se contentar com o “mais ou menos” em tudo na vida por medo de não terem nada ou de perderem o que têm. Muitas vezes, elas se sentem mal por ser “errado” ter mais do que o mais ou menos ou por não conseguirem sair dessa faixa. Por trás disso está o merecimento, e a sua sensação em relação à vida que você criou para si mesma.

Será que não vale mais a pena ter menos coisas mas que você ama e que façam sentir a vida do que possuir um monte de coisas que você não ama e te faça se conformar com uma condição de sobrevivente? Você vai ficar entre os que se contentam com o mais ou menos? Comece hoje a se sentir merecedor(a) e a viver melhor, independentemente da condição financeira que você possui nesse momento.

Comece a se questionar sobre tudo o que não está te fazendo se sentir no máximo do seu entusiasmo. Por exemplo, se você sente que merece um trabalho melhor, o que você pode fazer efetivamente para mudar isso? Será que você está apegada(o) ao trabalho por medo de não encontrar outro que você realmente ame?

A experiência que sugiro é que você destralhe a sua casa, seus cômodos, suas gavetas das coisas que você não usa e não servem mais, mas que você mantém por medo. Esse exercício de abrir espaço físico vai te ajudar a abrir espaço com coisas não físicas, como emoções, pensamentos, hábitos… Afinal, não conseguiremos receber nada novo se estivermos ocupando espaço com coisas antigas sem utilidade.

 

Dia 7 para mudar de vida: “Eu escolho ser CORAJOSA(O)!”

Criamos uma realidade a partir do que acreditamos ser real, ou seja, a partir das nossas crenças. No entanto, uma crença, um pensamento é apenas uma perspectiva.

Esse é um assunto que precisa de aprofundamento, mas vou tocá-lo de forma suave e trazer essa possibilidade: enquanto você não mudar sua forma de pensar, a sua realidade não mudará num passe de mágica. É preciso que você se comprometa e tenha coragem de iniciar essa mudança.

Comece a observar com distanciamento (ou seja, sem se culpar ou se identificar) todos os seus pensamentos negativos recorrentes que ficam rodando o tempo todo, tais como “é difícil”, “vai dar errado”… A cada pensamento negativo que você perceber, diga mentalmente “cancela”. Você vai notar rapidamente que algo muda depois.

Etapa de Alinhamento

Dia 8 para mudar de vida: “Encontro-me no SILÊNCIO”

Silenciar ajuda a gente a voltar a atenção para o agora. Enquanto o corpo físico está sempre no agora, a mente fica numa viagem entre passado e futuro, criando mágoas e ansiedade. Silenciar a mente nos traz de volta ao momento presente, ao nosso corpo e às nossas sensações e sentimentos.

Como praticar isso? Silenciar não é parar de pensar, mas sim observar os pensamentos, focar a atenção na respiração para se conectar com o corpo e sair da mente. No silêncio, nos alinhamos internamente e geramos muito mais clareza do que realmente precisa ser feito.

Então a experiência para este dia é viver minutos de silêncio para abrir espaço de contemplação e de vazio. Pode ser um, dois, dez minutos, o tempo que for confortável para você, durante quantas vezes desejar ao longo do dia.

 

Dia 9 para mudar de vida: “Eu escolho a VERDADE”

Qual seria essa verdade? Qual seria a sua verdade? Seria a verdade da minha mente, do meu coração? Seria uma verdade socialmente aceita? Muitas vezes, buscamos viver de acordo com essa última. Temos que escolher a profissão, a carreira, o relacionamento, a vida socialmente tolerável.

O quanto você está alinhada com o que é socialmente aceito? O quanto você acredita em tudo isso hoje, nisso que você está manifestando? Essas escolhas foram feitas em algum momento antes do momento presente, e era o que você teve condição de fazer. Muitas vezes ignoramos a nossa verdade para nos sentirmos socialmente aceitas.

Procure olhar para tudo o que você está aceitando e criando na sua vida, para as áreas em que você não está se sentindo feliz, em que não se sente verdadeiramente realizada e não está vivendo a sua verdade. Reflita por que continua escolhendo isso para a sua vida, observe o que está escolhendo que não faz mais sentido para você. Com esse exercício inicial, procure encontrar o que é verdadeiro para você, o que faz sentido, o que seu coração deseja realizar.

A experiência de hoje é que você escreva a continuação das afirmações abaixo, bem rápidamente, sem parar para pensar entre as respostas:

  • A verdade sobre a minha mãe é…
  • A verdade sobre o meu pai é…
  • A verdade sobre a minha carreira é…
  • A verdade sobre as minhas finanças é…
  • A verdade sobre o meu relacionamento é…
  • A verdade sobre a minha desorganização/bagunça é…
  • A verdade sobre como eu tenho estruturado o meu tempo é…
  • A verdade sobre aquilo que tem sido difícil é…
  • A verdade é que eu sou dependente de…
  • A verdade é que eu não estou disposta a…
  • A verdade sobre eu ter medo de ser bem-sucedida é…
  • A verdade é que eu não posso ter ou não me permito ter tudo o que eu desejo porque…
  • A verdade que eu não quero admitir é…

Com todas essas verdades escritas na sua frente, você pode escolher o que vai fazer daqui para frente neste novo ano/ciclo da sua vida. Dentro do Soul Club, você consegue se aprofundar nesse exercício. Também há um artigo no blog muito interessante que pode te ajudar a fazer novas escolhas para sair da zona de conforto e mudar de vida.

 

Dia 10 para mudar de vida: “Eu resgato os meus sonhos”

Quantas vezes deixamos nossos sonhos em segundo, terceiro, quarto plano para atender necessidades de sobrevivência, aceitação, pertencimento? Como seria sua vida se você os resgatasse hoje?

Abandonamos os nossos sonhos por não acreditar neles… E duas razões principais nos levam a fazer isso: as crenças de que falta tempo e dinheiro para realizá-los. Quando eu percebi que não fazia mesmo aquilo que eu gostava e que aquilo não era o que mais importava na minha vida, as coisas mudaram, e eu criei coragem para realizar o meu sonho.

Como você pode fazer isso? A partir da experiência de hoje, que se baseia em duas perguntas de coaching poderosas que vão te ajudar a ter muito mais clareza. Escreva a resposta de cada uma delas:

  1. Se fosse tivesse todo o dinheiro possível agora, o que você faria da sua vida?
  2. Você foi ao médico e descobriu que tem uma doença terminal, e tem apenas 6 meses de vida. O que você faria com o tempo que te resta?

Além de viajar o mundo, o que você realmente faria? (risos!) Aqui não tem resposta certa e errada. Tudo começa com uma resposta sincera que só pode surgir do seu coração. Que, nessa experiência, você possa relembrar e resgatar seus sonhos.

 

Dia 11 para mudar de vida: “Eu sei por onde começar”

Pode ser que você desconfie, mas a verdade é que você sabe (sim!) por onde começar!

As mudanças não acontecem de uma hora para outra, tampouco acontecem todas de uma vez só. Você já deve ter olhado para suas verdades e sonhos, e pensou assim: “Nossa, minha vida precisa de muito trabalho… Está tudo uma bagunça e eu preciso arrumar um monte de coisa!”. Que desespero, né? Mas você não precisa mudar tudo de uma vez, e sim aos poucos.

Por isso, um passo fundamental é saber por onde começar as mudanças para que seja mais fácil mudar as outras áreas da nossa vida indiretamente e como resultado dessa mudança maior. Para te ajudar, eu trago uma ferramenta muito usada no coaching que vai te ajudar a perceber onde sua vida precisa de atenção hoje. Clique aqui e baixe agora! 

Nessa experiência, você dará notas para cada área da sua vida e poderá visualizar onde você não se sente nada satisfeita e que ações você pode colocar em prática para começar a mudar.

 

Dia 12 para mudar de vida: “Eu me permito TER mais”

Voltamos a falar de dinheiro neste dia. Eu quero usar o verbo “ter” aqui porque muita gente não o considera importante, dando valor apenas para o “ser”. Eu acredito que podemos também expressar o ser naquilo que temos.

Ambas são partes importantes da nossa vida. Se eu tenho mais, posso contribuir mais com o mundo dessa forma. É na abundância, e não na escassez do ser, do fazer e do ter, que a gente coloca o nosso melhor no mundo e que a gente pode viver em plenitude.

Se, para você, ainda é incômodo pensar dessa maneira, olhe para dentro de si mesma para identificar as crenças que você tem e te limitam no assunto dinheiro. Comece se perguntando por que é errado ter. Reforce o que você experienciou antes lá no dia 4. Outra forma de se aprofundar na investigação e começar a transformar as crenças e memórias é com o TethaHealing.

Dinheiro é um assunto profundo porque não se trata só de falar dele, mas também de merecimento, confiança, fluxo e uma série de padrões emocionais que precisamos olhar. A experiência de hoje é criar o seu termostato financeiro, seguindo o passo a passo abaixo:

  1. Coloque no papel o quanto você ganha/faz hoje e permita-se sentir no seu corpo como é ganhar essa quantia.
  2. Duplique esse número e sinta como ficam as suas emoções ao olhar para essa nova quantia
  3. Agora triplique o último valor e faça o mesmo exercício.

As emoções vão te dizer qual valor é confortável e qual não é – que é o que te dá medo, ansiedade, entre outras emoções negativas.

Dia 13 para mudar de vida: “Eu por inteiro”

Hoje quero deixar uma dica muito simples que te trará leveza para se olhar por inteiro:

Pegue um post-it ou um pedaço de papel colorido que você possa guardar na sua carteira ou colar na porta da sua geladeira e escreva 3 coisas que você quer ser, 3 coisas que você quer fazer e 3 coisas que você quer ter no novo ano/ciclo.

Com esse exercício. você já pode ter uma boa ideia de como começar a mudar a sua vida e por onde avançar. Esses papéis podem te ajudar a relembrar seu compromisso consigo.

 

Dia 14 para mudar de vida: “Eu Soul”

Nesse dia de fechamento da etapa de alinhamento, quero te convidar a olhar para dentro, para o seu ser e para a sua alma.

Para que a gente possa se alinhar, é preciso ser por inteiro, e isso vai além do ser, fazer e ter da dimensão material. Falando de forma muito pontual, a gente é apenas poeira de estrelas diante da grandeza de todo o Universo existente, e ao mesmo tempo, apesar de pequenos, somos parte dessa Criação maravilhosa.

Portanto, meu convite hoje é que você se conecte da forma que você mais gosta à sua alma, à espiritualidade, ao plano maior, ou o nome que você costuma dar o que não tem forma tudo o que tem vida e energia para perceber que você é parte do Todo, não só da boca para fora, mas lá dentro do seu coração.

Etapa de Manifestação

Dia 15 para mudar de vida: “Eu DANÇO com a vida”

Manifestação é a parte mais divertida para mim. Ela consiste em trazer para o plano físico material, tirar do plano das ideias tudo o que pensamos e sentimos a fim de criar a nossa realidade. Ou seja, o seu estado emocional cria as suas experiências de vida a partir de escolhas que reforçam essas emoções.

Para mudar uma vida de merda para uma vida de alegria e realização, é preciso mudar o estado emocional, e isso requer prática. Precisamos ter clareza das emoções que queremos escolher para gerar essa nova vida e esse ciclo novo com tudo o que temos direito. No Soul Club, eu fiz uma aula especial ao vivo sobre como podemos lidar com o medo, que é um estado emocional que nos domina durante boa parte do tempo.

Então, a experiência do dia é que você dance com uma música que te empolga e sinta tudo o que você puder com ela, dance com as suas emoções, eleve o seu astral. Perceba o que você gostaria de sentir mais e o que não gostaria de dar espaço daqui para frente. Manifeste e pratique o estado emocional que deseja criar no seu novo ano.

 

Dia 16 para mudar de vida: “Eu ACEITO a vida”

Quando queremos manifestar, realizar algo, temos o desejo de fazer conforme planejamos e acertar; e com isso, vem junto o impulso de controlar. Mas planejar e controlar são duas coisas diferentes.Você pode planejar uma viagem incrível, mas na hora as coisas não saem do mesmo jeito.

O controle é uma ilusão e uma tentativa de prever o que vai acontecer e se antecipar, mas o único controle que temos é sobre as nossas escolhas. Ou seja: a maneira para você criar um futuro mais previsível é fazer hoje escolhas conscientes que te conduzam para a direção do futuro que você deseja. Não adianta brigar com as coisas que você não pode controlar, que estão fora de você.

Então, a experiência de hoje é que você aceite os desvios do percurso planejado e a vida como se apresenta; não brigue com ela! Olha que desafio… Não brigar não é se conformar, mas contornar, se adaptar, conciliar. Experimente na sua vida e veja o que colhe de resultado.

 

Dia 17 para mudar de vida: “Eu me coloco em AÇÃO”

Não adianta ter sonhos e planejar se você não se colocar em ação. Há 9 coisas que te impedem de agir ou continuar agindo:

  1. Não ter objetivos;
  2. Ser inflexível;
  3. Fazer muitas mudanças (pular de galho em galho);
  4. Ser imediatista;
  5. Não saber priorizar (fazer muitas coisas de uma vez só);
  6. Assumir muitos riscos;
  7. Não pedir ajuda;
  8. Desistir facilmente;
  9. Culpar os outros.

A experiência que sugiro hoje é que você olhe para essa lista de erros, reconheça o que está mais forte na sua realidade e procure mudá-lo; deixe de agir assim.

 

Dia 18 para mudar de vida: “Eu me permito RECEBER ajuda”

Durante a minha transição de carreira, eu me sentia deslocada das pessoas com quem trabalhava, porque enquanto elas pensavam no próximo concurso público que iriam prestar, eu queria falar sobre negócios, empreendedorismo e inovação. Não havia nada de errado com eles. Na verdade, eu precisava de ajuda, precisava encontrar a minha galera. Provavelmente, você está passando por uma situação parecida agora.

Como buscar essas pessoas? Fazendo cursos, indo a lugares que se fale sobre os assuntos que você tem interesse, conectando-se com pessoas que estão vivendo o mesmo momento que você. No livro O Poder do Hábito, Charles Duhigg fala da importância do grupo para nos impulsionar na mudança de um comportamento – no nosso caso, o grupo é fundamental para nos ajudar a mudar de vida.

Sendo assim, a experiência para esse dia é escolher uma meta que deseja alcançar e encontrar grupos afins para criar uma rede de apoio – pode ser presencial, online… No Soul Club, a intenção é essa também, te proporcionar um ambiente de conexão com outras pessoas e apoio mútuo no alcance das metas pessoais. Ao entrar em contato com as pessoas, você pode ter uma perspectiva diferente da sua vida e ampliar sua consciência.

Outra forma muito poderosa de receber ajuda é se conectar a guias e mentores que te ajudem a perceber o que você ainda não sabe sobre algo que pode fazer toda a diferença no seu momento atual. Geralmente, esses mentores são pessoas que já viveram mesma situação que você e encontraram uma forma de superá-la, que de alguma forma estão alguns passos à frente no caminho.

 

Dia 19 para mudar de vida:  “Eu sou GRATA!”

Cada vez mais vemos por aí a informação de que é importante ser grato pelas coisas que temos na vida. E você vai entender o motivo.

Muitas vezes, olhamos para as situações que nos tiram a paz, que nos colocam para baixo, e só conseguimos ver os pontos negativos delas. Dessa forma, criamos uma relação cada vez mais pesada com isso, e o nosso estado emocional tende a piorar, o que, por sua vez, atrai cada mais daquilo que não gostamos e nem desejamos para a nossa vida.

Por outro lado, quando fazemos um esforço consciente de olhar para a melhor parte dessa situação que nos chateia, e conseguimos encontrar motivos para agradecer, a nossa relação com ela se transforma, assim como elevamos o nosso estado emocional. Deixamos de focar no problema para olhar para as possibilidades de solução. Sendo assim, ao ser grata, você diz para o seu cérebro que quer focar na solução.

Hoje a experiência será praticar a gratidão na sua vida a fim de que você comece a perceber os caminhos e possibilidades que você pode dar para mudar sua realidade, saindo do estado de escassez e de falta para ampliar sua visão para as escolhas e para a abundância.

Dia 20 para mudar de vida: “Eu vivo minha MELHOR VERSÃO!”

Muita gente acha que encontrar o propósito é encontrar o trabalho que ama. Na verdade, viver e encontrar o seu propósito é viver e expressar a sua melhor versão, é viver aquilo que você ama não só no seu trabalho, mas também sendo você (e sendo feliz cumprindo todos os seus papéis sociais) em todas as áreas da sua vida. Isso é muito mais do que criar um negócio.

Viver com propósito é viver de acordo com o que você acredita, fazendo aquilo que você tem facilidade e satisfação (pois é aí onde moram os seus talentos), é viver por inteiro, apropriando-se de tudo o que te compõe como ser em evolução.

Para manifestar essa melhor versão, é preciso ampliar a consciência de que você é muito mais do que o seu trabalho ou que é as pequenas funções/identidades sociais que exerce no dia a dia; há que se conhecer e, com isso, limpar, abrir mão, deixar de lado aquilo que te impede de ser quem é, liberar e ressignificar crenças limitantes, sabotadores, elementos que estão encobrindo e ofuscando o seu brilho interior.

É importante que você reflita sobre como pode expressar a sua melhor versão em cada área da sua vida, colocando seus talentos em movimento. Como você pode espalhar o seu brilho no mundo? Como, a partir de hoje, você pode ser mais a pessoa que você sempre quis ser e não a pessoa que querem que você seja?

Dia 21 para mudar de vida: Feliz Vida Nova!!!

Muita gente pensa que encerrar um ciclo e um ano é simplesmente colocar aquela música batida para tocar, pular as ondinhas, comer as uvas e pronto: tudo vai se realizar! Só que não! Se funcionasse, já teríamos revolucionado a vida há muito mais tempo.

Acontece que, se queremos mudar a nossa realidade, temos de mudá-la agora. Se quero mudar o meu futuro, preciso fazer isso mudando o meu momento presente. Por isso, eu vim batendo nessa tecla durante as experiências de cada um desses 21 dias propostos.

É preciso começar agora essa transformação: começar agora a limpar e se desapegar do que não serve mais, a colocar no papel (e tirar do papel) os sonhos, a fazer essa faxina interna, essa reforma íntima sem derrubar o prédio de uma vez, mas reformando parte por parte a fim de ser uma nova pessoa, a melhor versão daquela que você sempre quis ser.

Não há como ter resultados diferentes no futuro se no agora não fizermos nada diferente. A ação é fundamental para essa etapa de manifestação. Depois de passar pelas etapas de destralhe e alinhamento, com muita limpeza e exercícios práticos e escritos, de contato com pensamentos e emoções, viemos para a mão na massa e o se jogar no mundo. Mas se nesse caminho não tiver mudado nada, bem… Você já sabe o que acontece.

Minha última partilha sobre manifestação é que o que mais nos atrapalha nessa parte é se preocupar com como os nossos desejos e sonhos se materializarão. Quando ficamos presas, surtando com a ideia de “como fazer?”, impedimos que a própria vida nos mostre o caminho. Na verdade, nos fechamos para os sinais que aparecem e que poderíamos aproveitar como oportunidade de fazer as coisas acontecerem. Por isso, o que vale mais é focar no “o que desejamos manifestar” do que no “como vamos manifestar”.

O que você realmente deseja manifestar no ano novo? Sua experiência hoje é escrever uma carta agradecendo tudo o que aconteceu na sua vida no próximo ano. O papel aceita tudo o que você imaginar e sonhar, então deixe o seu crítico de lado na hora de realizar esse exercício.

Sim, você entendeu certo: você vai escrever uma carta hoje agradecendo por tudo o que ainda vai acontecer com você no ano que ainda vai começar, só que você escreverá tudo no passado. Quando entra em estado de gratidão, você está mostrando para o seu corpo, sua alma, todo o seu ser, que tudo isso já aconteceu na sua vida.

Após escrever essa carta, dobre-a e guarde-a na sua carteira para ser lida no ano novo do próximo ano. Nesse exercício, você estará se planejando e agradecendo, além de mostrar para o seu corpo qual estado emocional você deseja cultivar daqui para frente. É uma forma muito poderosa de exercitar a manifestação. Muitas pessoas já me deram feedbacks positivos desse exercício, do quanto se permitiram e conseguiram mudar.

Espero que você tenha gostado desse guia completo de 21 dias de experiências práticas de autotransformação. Conta para mim aqui embaixo o que você achou e baixe o e-book por este link para que você continue buscando realizar os seus sonhos.

Que você possa ter um novo ano e um novo ciclo incrível! Feliz Vida Nova!